Facebook
Twitter
Youtube
Flickr

Notícias

Município de Itajaí vai conceder revisão salarial aos servidores públicos quando houver autorização legal

Lei Federal impede reposição até 31 de dezembro deste ano, mas administração já trabalha para aplicá-la em 2022
Data de inclusão: 09/08/2021 18:15

O Município de Itajaí, em reunião com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Região da Foz do Rio Itajaí (Sindifoz), nesta segunda-feira (09), reafirmou seu compromisso em conceder a revisão geral anual dos servidores públicos municipais assim que houver autorização legal. A Procuradoria-Geral explicou aos representantes da categoria que o impedimento é decorrente da Lei Complementar Federal nº 173/2020, que proíbe que seja concedida a revisão salarial até 31 de dezembro de 2021.

“O Município segue a legislação vigente e, neste momento, está impedido de conceder a reposição aos servidores. Porém, já solicitamos dados às Secretarias de Governo e da Fazenda e estamos trabalhando para conseguir conceder a revisão geral anual em 2022, assim que findar a proibição da Lei Federal”, explicou o procurador-geral do município, Gaspar Laus.

Nesta segunda-feira, uma parte dos servidores públicos municipais aderiram à greve. Na Saúde, 1.500 servidores seguem trabalhando e apenas 160 estão em greve, sendo a maioria deles da Atenção Primária. Nenhuma unidade básica foi fechada e a maioria dos atendimentos está mantida. Apenas quatro das 30 salas de vacinas estão fechadas (Cordeiros, Rio Bonito, São Francisco de Assis e Votorantim). O Centro de Reabilitação Pós-Covid foi o único que teve as atividades paralisadas pela greve dos servidores. As UPAs do CIS e do Cordeiros estão com as escalas normais no momento. Na Vigilância Epidemiológica, todas as atividades foram mantidas nesta segunda.

Em relação à Educação, 2550 servidores seguem trabalhando e cerca de 1250 estão em greve, sendo a maioria deles da Educação Infantil. Nenhuma escola foi fechada até o momento. Além disso, 60 creches estão funcionando e sete ficaram sem atendimento nesta segunda. O paço municipal e os demais órgãos seguem atendendo a população.

Impedimento legal

Conforme a Procuradoria-Geral do Município de Itajaí, a Lei Federal 173/2020 veda aumentos salariais, inclusive a concessão da Revisão Geral Anual, que é a reposição da inflação, e prova disso ocorreu na última quinta-feira (05), quando o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), cassou Decisão do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE/PR) que autorizava a concessão de revisão geral de servidores públicos, reforçando a decisão anterior do STF, de março de 2021, da validade da proibição do aumento de despesas com pessoal em todos os entes públicos durante a crise de Covid-19. O próprio Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE/SC) também já emitiu decisão, em maio de 2021, contrária à concessão da revisão neste período pandêmico.

Além da impossibilidade legal de conceder a Revisão Geral Anual dos servidores neste momento, o Município de Itajaí vem direcionando grande parte de seus recursos financeiros e orçamentários para a Secretaria de Saúde, em ações de combate à pandemia de coronavírus, com gastos extraordinários bastante superiores aos previstos no orçamento para o período. Por todos os motivos listados e cumprindo a legislação vigente, a Procuradoria irá recorrer de uma decisão judicial local que foi favorável à concessão de reajuste salarial.

Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
Todos os direitos reservados © 2022 - Município de Itajaí