Facebook
Twitter
Youtube
Flickr

Notícias

Município de Itajaí reforça importância das medidas de prevenção ao Aedes Aegypti

Secretaria da Saúde registrou o primeiro caso de dengue autóctone de 2022
Data de inclusão: 27/01/2022 15:59

O Programa de Controle da Dengue de Itajaí intensificou as medidas para eliminação de focos positivos do Aedes aegypti e orientação aos moradores após o registro do primeiro caso de dengue autóctone (com transmissão dentro do município) em 2022. A aplicação de inseticida UBV para contenção da doença e vistorias nas residências no entorno do local onde o caso foi confirmado fazem parte das medidas adotadas para o combate ao mosquito transmissor.

O primeiro caso autóctone registrado é um morador da Barra do Rio, que contraiu a doença no bairro de Cordeiros. O homem recebeu atendimento e passa bem. Itajaí registrou neste ano 76 notificações de suspeita de dengue, sendo duas delas confirmadas (um caso importado e outro autóctone). Deste total, também foram contabilizados 13 resultados negativos e 59 exames ainda aguardam o resultado. Itajaí já eliminou 43 focos do mosquito da dengue até o momento.

“É importante ressaltar que não podemos nos esquecer da dengue. A ocorrência de chuvas e temperaturas altas cria um clima propício para proliferação do mosquito Aedes Aegypti. Por isso, a população tem que ser aliada na eliminação de recipientes que acumulam água, principalmente os pequenos depósitos, como potes, latas, pneus, plásticos, entre outros. Uma simples tampa de refrigerante com água parada pode ser o local escolhido pela fêmea para colocar seus ovos”, ressalta o gerente de Controle de Zoonoses do município, Lúcio Vieira.

Além das medidas adotadas pelo Município, é importante que a população colabore para a prevenção da proliferação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus em suas casas.

Confira as orientações para evitar a reprodução do Aedes Aegypti:

• Evitar usar pratos nos vasos de plantas. Se utilizar, colocar areia até a borda;
• Guardar garrafas com o gargalo virado para baixo;
• Deixar lixeiras tampadas;
• Deixar os depósitos para guardar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
• Tratar a água da piscina com cloro e limpe-la uma vez por semana;
• Manter ralos fechados e desentupidos;
• Lavar com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
• Retirar a água acumulada em lajes;
• Dar descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;
• Manter fechada a tampa do vaso sanitário;
• Evitar o acúmulo de entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue.

Para denunciar a existência de possíveis criadouros de Aedes aegypti, é necessário entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde pelo telefone (47) 3249-5573. 

Imagens relacionadas

Município de Itajaí reforça importância das medidas de prevenção ao Aedes Aegypti
Município de Itajaí reforça importância das medidas de prevenção ao Aedes Aegypti
Município de Itajaí reforça importância das medidas de prevenção ao Aedes Aegypti
Município de Itajaí reforça importância das medidas de prevenção ao Aedes Aegypti
Município de Itajaí reforça importância das medidas de prevenção ao Aedes Aegypti
Município de Itajaí reforça importância das medidas de prevenção ao Aedes Aegypti
Município de Itajaí reforça importância das medidas de prevenção ao Aedes Aegypti
Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
Todos os direitos reservados © 2022 - Município de Itajaí