Facebook
Twitter
Youtube
Flickr

Notícias

Unidades de ensino da Rede Municipal de Ensino são afetadas pela passagem do ciclone

Ao todo, 30 unidades tiveram algum tipo de avaria
Data de inclusão: 01/07/2020 19:43

Durante a manhã desta quarta-feira (01), funcionários da diretoria de infraestrutura escolar, da Secretaria de Educação de Itajaí, percorreram todas as unidades municipais de ensino para verificar os estragos provocados pela passagem do ciclone por Itajaí. Ao todo, trinta unidades, sendo 17 escolas ou grupos escolares, 11 centros de educação infantil e dois centros de educação em tempo integral tiveram algum tipo de avaria. 

A maior parte das ocorrências foi de destelhamentos, mas também houve registro de danos em cumeeiras, muros, portões, forros, calhas e rufos, além de alguns casos de infiltrações.

O departamento de infraestrutura escolar informou que alguns estragos serão mais fáceis e rápidos para serem reparados, enquanto outros demandarão um pouco mais de tempo, em função da solicitação dos materiais necessários para a realização dos reparos. Apesar dos danos estruturais, não houve registro de acidentes envolvendo pessoas da comunidade ou funcionários da educação.

Confira as unidades atingidas com a passagem do ciclone:

1 - Escola Básica Gaspar da Costa Moraes:
02 telhas, 05 cumeeiras, 10 folhas de forro.

2 - Escola Básica Pedro Paulo Rebello:
300 telhas, 14 cumeeiras, lona/toldo.

3 - Escola Básica Professora Maria Dutra Gomes:
15 telhas, 06 cumeeiras.

4 - Escola Básica Prefeito Alberto Werner:
06 telhas, 02 cumeeiras.

5 - Escola Básica Professora Judith Duarte de Oliveira:
01 telha, 10 cumeeiras.

6 - Escola de Campo Maria do Carmo Vieira:
50 telhas portuguesas de barro.

7 – Escola Básica Mar. Olímpio Falconieri da Cunha:
21 folhas de forro, 06 cumeeiras.

8 - Escola Isolada Duque de Caxias:
30 telhas, 15 cumeeiras.

9 - Escola Básica Professora Edy Vieira W. Rothbarth:
80 telhas, 15 cumeeiras, 240 ganchos.

10 - Escola Básica Professora Maria José Hulse Peixoto:
70 tijolos, 30 metros de rufo.

11 - Centro Escolar Pedro Rizzi:
01 telha.

12 - Escola Básica João Duarte:
Recolar cobertura de policarbonato.

13 - Escola Básica Arnaldo Brandão:
1000 tijolos, 10 tábuas, 30 metros de treliça, um poste de energia, 02 portões, 15 cumeeiras, 240 ganchos.

14 - Escola Básica João Paulo II:
15 telhas.

15 - Escola Básica José de Anchieta:
15 telhas, 15 cumeeiras.

16 – CEDIN Lucy Canziani:
10 metros de calha e rufo.

17 - Escola Básica Maria Rosa Heleno
80 telhas, 15 metros de calha e rufo.

18 - Grupo Escolar Jorge Domingos Gonzaga:
06 telhas, 12 cumeeiras.

19 - CEI Neusa Reis:
09 telhas.

20 - CEI Henrique Marques:
25 telhas, cinco metros de calha e sete metros de rufo.

21 - CEI Padre Pivatto:
04 telhas e 80 telhas de barro/francesa.

22 - CEI Manoel Ferreira:
10 telhas.

23 - CEI João Victorino:
03 telhas, 10 telhas de barro, cinco metros de calhas.

24 - CEI Rosimery Klock:
30 telhas de barro.

25- CEDIN Emílio Gazaniga:
21 telhas, 06 cumeeiras.

26 - CEI Mariana Graciola:
30 telhas.

27 - CEI Rosana Aparecida de Souza:
21 metros de rufo.

28 - CEI Valdemir de Souza:
14 cumeeiras.

29 - CEI Luiz Gonzaga:
02 telhas e três metros de calhas.

30 - CEI Tancredo Neves:
30 telhas.

Imagens relacionadas

Unidades de ensino da Rede Municipal de Ensino são afetadas pela passagem do ciclone
Unidades de ensino da Rede Municipal de Ensino são afetadas pela passagem do ciclone
Unidades de ensino da Rede Municipal de Ensino são afetadas pela passagem do ciclone
Unidades de ensino da Rede Municipal de Ensino são afetadas pela passagem do ciclone
Unidades de ensino da Rede Municipal de Ensino são afetadas pela passagem do ciclone
Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
Todos os direitos reservados © 2020 - Município de Itajaí