Facebook
Twitter
Youtube
Flickr

Notícias

Novamente no Brasil, Transat Jacques Vabre 2015 termina com recorde de quebras

Edição mais difícil da regata transatlântica teve 17 abandonos. Inédito barco brasileiro fez história.
Data de inclusão: 27/11/2015 18:15

A Transat Jacques Vabre 2015 terminou, nesta sexta-feira (27), com a chegada do último barco em Itajaí, destino final da maior regata transatlântica do mundo. O barco CRENO Moustache solidarire cruzou a linha de chegada após 33 dias de prova. Todos os 25 dos 42 barcos que conseguiram completar a regata até o Brasil percorreram 10 mil quilômetros desde Le Havre, na França. A edição atual - que largou em 25 de outubro - bateu o recorde de desistências com 17, duas a mais do que em 2011. As frentes frias no Golfo de Biscaia - entre o Norte da Espanha e o Nordeste da França - causaram os maiores estragos às duplas. ''A regata foi bastante difícil, principalmente no Golfo de Biscaia. Pegamos três grandes tempestades, um batismo e tanto para o nosso time. Posso dizer que agora estamos preparados para outro desafio desse porte na vela oceânica'', contou o brasileiro Renato Araújo, que fez dupla com o campeão olímpico Eduardo Penido a bordo do Zetra. Foi o primeiro barco do País na história do evento. ''Pegamos 10 dias de tempo ruim, comemos mal, tive um problema no joelho, velas e equipamentos quebrados e muito mais. A primeira tempestade foi difícil, a segunda mais fraca e a terceira quebrou o enrolador da vela de proa. Sem contar outros problemas que surgiram e fomos solucionando no percurso''.

A regata Transat Jacques Vabre contou com dois resgates de velejadores por helicóptero no Atlântico Norte e um barco que bateu em um contêiner e teve de abandonar. As outras desistências foram causadas por quebras diversas. A tradicional prova foi dividida em quatro categorias entre monocascos e multicascos. Do primeiro a chegar ao Brasil, que foi o trimarã MACIF, até o lanterninha CRENO, a diferença de tempo foi de quase 21 dias.

Tempos e chegadas:

Classe: Ultime - até 102 pés
Vencedor: Macif
Data: 06/11/2015
Tempo: 12 dias, 17 horas e 29 minutos

Classe: IMOCA 60 pés
Vencedor: PRB
Data: 11/11/2015
Tempo: 17 dias e 22 minutos

Classe: Multi50
Vencedor: FenêtréA Prysmian
Data: 11/11/2015
Tempo: 16 dias, 22 horas e 29 minutos

Classe: Class40 - 40 pés
Vencedor: Le Conservateur
Data: 18/11/2015
Tempo: 24 dias, 8 horas e 10 minutos

Sobre a TJV2015

A regata, que é disputada em duplas, larga sempre da cidade portuária de Le Havre, na Normandia, com destino a um país produtor de café, característica que lhe rendeu o apelido de "Rota do Café". Já tendo passado por cidades como Cartagena (Colômbia), Puerto Limon (Costa Rica) e Salvador (BA) em 11 edições, essa foi a segunda vez que a competição teve a cidade catarinense como chegada. Em 2013, a regata reuniu mais de 590 mil visitantes nas duas Vilas da Regata (Le Havre e Itajaí). 

Imagens relacionadas

Novamente no Brasil, Transat Jacques Vabre 2015 termina com recorde de quebras
Novamente no Brasil, Transat Jacques Vabre 2015 termina com recorde de quebras
Novamente no Brasil, Transat Jacques Vabre 2015 termina com recorde de quebras
Novamente no Brasil, Transat Jacques Vabre 2015 termina com recorde de quebras
Novamente no Brasil, Transat Jacques Vabre 2015 termina com recorde de quebras
Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
Todos os direitos reservados © 2019 - Município de Itajaí